Sistemas de pintura

O sistema de pintura é responsável pelo impacto visual do ambiente mas também pode estar relacionado com a sua proteção, impermeabilização e até sinalização

A escolha da pintura mais adequada depende, fundamentalmente, do substrato em questão. Logo, uma pintura realizada em parede de bloco cerâmico será diferente de outra pintura efetuada em metal ou madeira, devido às características particulares de cada material.

Em revestimentos argamassados, a pintura protege contra o esfarelamento e a ação da umidade, reduzindo a absorção de água e inibindo o desenvolvimento de bolores e fungos. Na madeira, evita mofo e deformações devido à absorção de água. Já para os metais, o principal objetivo é proteger contra a corrosão.

Além disso, o tipo de ambiente também determina a melhor pintura a ser utilizada em função da agressividade e da durabilidade que o sistema requer.

Assim, discutiremos sobre os principais sistemas de pintura aplicados na construção civil, junto aos componentes que os integram.

Componentes

Fundo preparador

Esse componente tem como finalidades: reduzir e uniformizar a absorção, melhorar a aderência da tinta de acabamento, isolar quimicamente a tinta do substrato, proteger os metais da corrosão, aglutinar partículas soltas.

Aplicação de fundo preparador.

O uso do fundo preparador também é essencial para evitar o esfarelamento da tinta. Além disso, é muito utilizado em revestimentos com gesso, paredes antigas, com reboco em esfarelamento ou até mesmo em processos de repintura.

Massa

Substância pastosa constituída por resinas, solvente (ou água) e cargas inertes, aplicada sobre a superfície já preparada com o fundo. Possui a função de corrigir pequenas irregularidades e proporcionar uma superfície com a textura desejada – lisa, rugosa ou padrões estéticos além do convencional.

Aplicação de massa.

Tinta de acabamento

Esse componente Substância líquida, constituída de resinas, solventes (ou água), pigmentos e aditivos. Após aplicada e seca, converte-se em película sólida, aderente e flexível. Caso não haja pigmentos, ou seja, tenha acabamento transparente, a tinta é denominada verniz.

Aplicação de verniz.

Características

Um sistema de pintura é um conjunto de fundos preparadores, massas de nivelamento e tintas de acabamento, formulado a partir de uma mesma resina – PVA, acrílica ou alquídica. Sendo assim, os principais sistemas de pintura utilizados nas obras de construção civil são o vinílico, o acrílico e o alquídico.

Sistema vinílico

Mais adequado aos ambientes internos para utilização em substratos à base de cimento ou cal, o sistema vinílico fornece boa cobertura e secagem rápida em sua aplicação. Contudo, a cobertura apresenta porosidade, não permitindo lavagem. Para limpar, o recomendado é utilizar um pano macio.

Sistema vinílico.

Nesse sistema, as tintas utilizadas são do tipo Látex PVA, um material à base de água. Já a massa utilizada é a massa corrida, também de PVA. Assim como em todos os sistemas, a massa serve apenas para corrigir pequenas imperfeições do substrato – não siga o “ajeita na massa”!

Sistema acrílico

Este sistema de pintura, também solúvel em água, possui na composição de seus componentes resinas acrílicas, que lhes conferem alta impermeabilidade, lavabilidade e durabilidade.

Sistema acrílico.

Desse modo, é recomendado tanto para aplicação em ambientes internos quanto externos.

Além disso, o sistema acrílico possui o tempo de secagem curto e ótima cobertura na primeira demão, sendo um dos sistemas de pintura mais utilizados na construção civil.  

Sistema alquídico

É formado por resina alquídica, a qual possui várias qualidades, dentre elas a força adesiva, a alta resistência e a boa propriedade isolante. Esse tipo de resina é comumente utilizada para tintas, esmaltes, texturas, tintas de imprensa e isolantes.

No entanto, esse sistema de pintura é mais agressivo ao meio ambiente que os citados anteriormente.

Além disso, é muito utilizado em madeira, metal e cerâmica não vitrificada devido à proteção fornecida por ele a esses substratos. 

A composição usual desse sistema encontra-se ilustrada nas imagens a seguir:

Sua diluição é realizada com solventes, apresentando um odor forte durante o seu período de evaporação. Esse tipo de solvente também é conhecido por apresentar período de secagem mais elevado quando comparado com a diluição à base de água. 


A escolha do sistema para cada ambiente gera grande impacto no resultado final da sua pintura, pois, cada tipo interage de forma diferente ao substrato e às intempéries associadas a cada lugar. Por isso, confira as recomendações do fabricante do produto utilizado e busque sempre profissionais capacitados que te auxiliarão na escolha do sistema de pintura mais adequado para cada situação.

PARA LER MAIS!

NBR 13245:2011 – Tintas para a construção civil – Execução de pintura em edificações não industriais – Preparação de superfícies;

NBR 11702:2019 – Tintas para edificações não industriais – Classificação.

2 comentários sobre “Sistemas de pintura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.