Configuração de CTB no AutoCAD

Você sabe o que é um arquivo com extensão .ctb no AutoCAD? Sabe como utilizá-lo a favor de seus projetos? Se alguma dessas respostas for negativa, leia este post até o fim! Iremos abordar a definição, a importância, a configuração e a aplicação desse arquivo nos seus projetos em .dwg!

Definição e Importância

Em linhas gerais, um arquivo com extensão .ctb contém as configurações das linhas utilizadas no projeto. É nesse arquivo em que são editadas as propriedades referentes às cores escolhidas para os layers, principalmente no que diz respeito à cor que aparecerá na plotagem, espessura da linha e tipo de linha.

O AutoCAD já vem com alguns arquivos padrão que podem ser utilizados em seus projetos. Além disso, você pode alterá-los ou criar arquivos novos, de acordo com as necessidades do seu trabalho. No menu de impressão – comando “plot” ou “print” – pode ser acessada toda a lista de arquivos ctb padrão. Confira na imagem!

A configuração do arquivo ctb permite organizar os elementos do projeto de acordo com a relevância de cada um. A exemplo, diferenciar as linhas que devem estar mais grossas conforme a distância até o observador (quanto mais perto, mais grossa) e a importância daquele elemento para o entendimento do projeto proposto (ex: tubulações em projetos hidrossanitário). 

Assim, seu trabalho ficará mais organizado e mais fácil de ser compreendido pelo cliente. Além disso, a formatação de um arquivo ctb auxiliará na otimização e padronização de seus projetos, pois um só arquivo poderá ser utilizado em outros sempre que necessário. Veja no GIF uma rápida comparação entre um projeto com o ctb monochrome padrão do AutoCAD e outro com um ctb formatado pelo Canteiro!

Passo a passo

Passo 0 – Layers do projeto

Antes de começar a configuração do seu ctb, confira seus layers. As linhas que deverão apresentar cor, espessura ou tipo diferentes, deverão ser classificadas com layers de cores distintas, pois esta é a base para configuração do arquivo ctb. Esqueceu de algumas linhas? Use a função MATCHPROP (use “ma” como atalho) para facilitar seu trabalho!

Por exemplo, as paredes do GIF acima estão em layers diferentes dos textos, das esquadrias e das indicações de nível.

Passo 1 – Selecionando o ctb

Abra o menu de impressão do AutoCAD – pelo comando “plot” ou “print”, pelo atalho CTRL+P ou pelo caminho ilustrado na imagem abaixo. Em seguida, surgirá uma janela denominada “Plot – Model” e na opção “Plot style table (pen assignments)” você poderá escolher seu ctb e configurá-lo (veja a primeira imagem deste artigo :)). Além disso, você poderá clicar em “new” para iniciar a criação de um arquivo novo.

Passo 2 – Criando um ctb

Após clicar em “new”, surgem algumas opções para criação, como pode ser visto na imagem abaixo. Você pode começar do zero ou usar como base arquivos CFG, PCP ou PC2 – que são outros formatos de arquivos de configuração das linhas. No nosso exemplo, começamos do zero e demos o nome “CTB_Canteiro_de_Eng” ao arquivo!

Avançando nas duas telas acima, basta clicar na opção “Plot Style Table Editor” para fazer a configuração propriamente dita do arquivo.

Passo 3 – Configurando o ctb

Finalmente chegamos à parte que interessa! No “Plot Style Table Editor”, temos três abas: “General”, “Table View” e “Form View”. Na primeira, “General”, encontram-se as propriedades do seu arquivo e uma caixa de texto para adicionar sua descrição.

Nas abas seguintes, “Table View” e “Form View”, estão as opções de configuração de como cada cor de seu projeto será impressa. Ambas apresentam as mesmas opções, mas dispostas de maneira diferente – você escolhe a sua!

Na aba escolhida, o primeiro passo é escolher a cor que será configurada (em Plot styles). Cada cor terá seu próprio conjunto de propriedades, representando como ela será impressa (por isso a importância dos layers bem definidos!). Várias propriedades podem ser configuradas para deixar o desenho do jeito que você quiser, porém, focaremos apenas naquelas mais importantes!

A primeira delas é a cor: sim, a cor que aparece no AutoCAD pode ser impressa como qualquer outra cor! Em geral, configuram-se todas as cores como preto, a não ser que se deseje destacar certos aspectos do projeto – como as instalações vermelhas para combate a incêndio. Preste atenção na escolha das cores: cores muito claras (como amarelo) podem ficar quase invisíveis na impressão em papel branco!

A próxima opção importante é a Linetype (ou Tipo de linha). Assim como as cores, mesmo que o AutoCAD mostre diferentes tipos de linhas, você poderá determinar que todas as linhas daquela cor sejam contínuas, tracejadas ou pontilhadas, por exemplo.

Outra opção importante é a Lineweight, que é a espessura da linha. Nela você poderá escolher uma espessura para todas as linhas daquela cor, destacando-as sobre as demais. Por padrão, as espessuras são dadas em milímetros, sendo interessante sempre testá-las de acordo com a escala em que o projeto será impresso para deixá-las adequadas à visualização.

As espessuras podem ser configuradas de maneira ainda mais específica clicando no botão “Edit Lineweights”, onde os valores de espessuras podem ser definidos diretamente. Nessa mesma janela pode ser alterada também sua unidade – milímetros ou polegadas.

Por fim, você poderá clicar em “Save as…” e salvar seu arquivo novo no local desejado.

Agora, se sua necessidade for editar um ctb existente, basta selecionar o ctb (neste exemplo está o padrão “monochrome”) e clicar no ícone destacado na imagem abaixo. 

E agora, o que faço com o ctb pronto?

Com o ctb pronto, você pode enviá-lo junto ao arquivo .dwg para garantir que seu projeto será impresso do jeito certo!

Porém, se você receber um arquivo ctb, também pode carregá-lo no seu AutoCAD. A opção responsável por isso é “Manage Plot Styles”, como pode ser visto na imagem abaixo. Essa pode ser acessada também pelo comando “stylesmanager”, e ambas as opções abrem a pasta onde os arquivos ctb estão localizados no seu computador. Assim, basta copiar o ctb desejado para esta pasta.


Vimos que configurar o arquivo .ctb é essencial para que seu projeto seja impresso do jeitinho certo, deixando-o organizado e acessível ao entendimento do cliente. Além disso, facilita bastante a vida, podendo ser reaproveitado em qualquer projeto seguinte. Por isso, pratique bem e conheça as ferramentas à sua disposição!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.